EXCLUSIVO: Em delação, Leandro Nunes sugere que Livânia Farias recebia mesada de R$ 80 mil da Cruz Vermelha

O Blog do Anderson Soares teve acesso, com exclusividade, ao relatório do Ministério Público, que contém trechos do depoimento de Leandro Nunes, ex-assessor e braço direito da secretária de Administração do Estado, Livânia Farias.

No depoimento, Leandro sugere que Livânia recebia pagamento de R$ 80 mil de propina da Cruz Vermelha, quase que mensalmente. Nunes disse que a secretária chegou a reclamar dos valores, segundo ela, aquém do combinado.

Segundo o MP, Livânia teria recebido importantes valores de propina da Cruz Vermelha e para não chamar a atenção, teria adquirido bens móveis e imóveis no nome de familiares. O dinheiro era pago por Samuel Ferreira Fernandes, residente no Rio de Janeiro, alvo da III fase da Operação Calvário.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu