Cartaxo entrega Casa de Passagem para Idosos em situação de vulnerabilidade social

Agora João Pessoa conta com um lar de passagem que receberá idosos em situação de vulnerabilidade social, onde serão acolhidos e acompanhados durante o processo de fortalecimento de vínculos e reintegração familiar. Na manhã desta quarta-feira (27), o prefeito Luciano Cartaxo entregou a Casa de Passagem para Idosos, no bairro do Cristo, onde as pessoas com mais de 60 anos sem um lar poderão ficar por um período inicial de até três meses. A casa, que tem capacidade para receber 20 idosos, funcionará como um lar provisório que oferecerá assistência psicossocial, apoio e garantia de direitos e atenção integral à saúde destas pessoas.

“Tínhamos este compromisso de construir a Casa de Passagem para Idosos e estamos agora fazendo esta entrega, que é parte do nosso trabalho de humanização, de cuidar das pessoas de todas as faixas etárias de nossa cidade com políticas públicas direcionadas a elas e que possam garantir o direito à cidadania e lhes oferecer dignidade. Estes idosos precisam ser acolhidos e cuidados com carinho e, com certeza, neste espaço daremos todo o suporte com uma equipe multiprofissional para que eles passem por este momento difícil, retornem ao convívio dos familiares ou, se necessário, sejam encaminhados para algum outro lar onde, com certeza, também serão bem cuidados”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

A Casa de Passagem para Idosos é composta de quatro quartos, onde serão acolhidos idosos homens e mulheres, banheiros feminino e masculino, área de convivência e de atividades físicas e lazer, além de área administrativa. Ela funciona no bairro do Cristo, em uma casa que foi adquirida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e inteiramente reformada e mobiliada para se adaptar às necessidades dessa população, oferecendo um serviço de qualidade e que visa à promoção da dignidade da pessoa idosa, através do Governo Municipal.

“Esta casa é resultado de um trabalho feito a diversas mãos porque esta é uma gestão humana, onde todos dão as mãos para que nossa população seja bem cuidada e acolhida. Com um investimento de R$ 800 mil do Fundo Municipal do Idoso, a casa dará dignidade para estas pessoas que já enfrentaram tanta coisa e que agora nesta etapa da vida, merecem um lar, merecem ser acolhidas”, afirmou Diego Tavares, secretário de Desenvolvimento Social (Sedes).

O lar receberá idosos vítimas de maus tratos, negligência, violência física e psicológica na família, ou mesmo de exploração financeira. Durante o tempo em que estiverem na casa, será buscada uma solução definitiva para a situação deles, como o retorno à residência dos parentes ou encaminhamento para alguma casa permanente para idosos da Capital. Neste período, eles serão atendidos por médicos, psicólogos, enfermeiros, cuidadores e assistentes sociais, através de um trabalho intersetorial da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

“Aqui trabalhamos para os idosos vulneráveis, pessoas que vivem em locais inacessíveis e que o Ministério Público muitas vezes não consegue nem chegar. Pessoas que não têm voz, desamparadas, com problemas de saúde seríssimos, e que precisam ser cuidadas pela Política de Proteção do Idoso. Este local é o primeiro pensado nesta causa”, afirmou a promotora de Justiça da Defesa da Cidadania e dos Direitos Fundamentais do Idoso, Sônia Maia.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu