1513700245780-ricardo-coutinho

Opinião: Crítica de Ricardo a Maranhão mexe com ego do senador e gera rusgas na relação

Não se sabe ainda se foi um ato falho ou intencional do governador Ricardo Coutinho (PSB) quando fez duras críticas ao senador José Maranhão (MDB), nessa sexta-feira (12), durante a assinatura de um Termo de Cooperação para uso das águas do Rio Paraíba, no abastecimento de cidades pernambucanas, em Barra de São Miguel, cariri paraibano, mas o certo é que gerou rusgas na relação com o senador.

Ricardo explicava em seu discurso – diante da presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) – a situação financeira que encontrou o estado quando assumiu o Governo da Paraíba e não poupou críticas a Maranhão, seu antecessor. “Eu tinha acabado de assumir o governo e não sabia nem o quanto de dinheiro tinha, dado o tamanho do rombro que tinha recebido o governo”, declarou o socialista.

Segundo relatos de emedebistas próximos ao senador, a declaração de Ricardo soou como uma bomba, pois ataca a imagem de Maranhão como gestor, que tem a austeridade, o equilíbrio fiscal e o zelo com o dinheiro público como marcas da sua vida pública. A declaração causou mal-estar na relação que já era distante entre Ricardo e Maranhão.

Nos bastidores, comentam-se que o líder emedebista não engole os ataques feitos pelo governador ainda no início da gestão socialista, quando revelou que o senador tinha deixado um rombo de mais de R$ 1,2 bilhão nas contas do estado, o que foi veeementemente constestado por Maranhão. A postura do governador inflamou ainda mais uma “ferida” que demorava a cicatrizar e que pode até infeccionar de vez a relação.

Veja o trecho do discurso de Ricardo:

Deixe uma resposta