Mesmo após a Direção Nacional do PROS mudar a Executiva Estadual do partido e entregar o comando da legenda ao pai do deputado federal, André Amaral (PMDB), o presidente nacional da sigla, Eurípedes Júnior, se reuniu na semana passada, em Brasília, como deputado federal, Veneziano Vital do Régo e o convidou para assumir a presidência do partido no estado.

O deputado estadual Trócolli Júnior e o ex-presidente do PROS, o empresário Antônio Ferreira, participaram do encontro. Segundo informações reveladas ao Blog do Anderson Soares, Eurípedes Júnior deu o prazo até o dia 20 de dezembro para veneziano decidir se aceita ou não o convite. Ainda não se sabe a decisão de Vené, mas o parlamentar pode aproveitar a votação da reforma da previdência para deixar o PMDB.

Para não correr risco de perder o mandato por infidelidade partidária, Veneziano espera a expulsão do PMDB. Ele já declarou que vota contra a reforma da previdência e o partido vai expulsar quem votar contrário à orientação da legenda. Uma vez expulso, poderia se filiar a outra legenda. A transferência de comando para Veneziano seria a única condição de permanência do deputado Trócolli Júnior no PROS.