A Prefeitura de Bayeux emitiu uma nota na tarde deste domingo (19), para explicar as informações divulgadas no Blog do Anderson Soares, sobre o suposto “supersalário” de R$ 10 mil de um vigilante da gestão municipal.

Segundo  prefeitura, o valor se refere ao pagamento de férias acumuladas e gratificação, já que o servidor foi nomeado, recentemente, como supervisor dos Vigilantes.

Veja  a nota:

A Coordenação de Comunicação vem a público responder à população bayeuxense sobre as informações levianas do suposto “alto salário” do vigilante efetivo Josenildo Florencio Honorato.

Segundo o que está sendo veiculado nas redes sociais, Josenildo recebeu um salário no valor de 9.786,47, referente ao mês de setembro de 2017.

O vigilante Josenildo Florencio explica que o Prefeito Luiz Antônio pagou o seu terço de férias que estava atrasado desde outubro do ano passado, no valor de 2.421,11. Em agosto, Josenildo assumiu a supervisão dos vigilantes no mercado público, e, por erro do ex-Secretário de Segurança, Paulo Coelho, não recebeu a gratificação do mês de agosto.

Por fim, o vigilante afirma que recebeu no mês de setembro o seu salário e o seu retroativo referente ao mês agosto, que não foi pago por incompetência do ex-secretário Paulo Coelho, como foi dito acima. “Neste mês de setembro recebi o terço de férias atrasado que a Prefeitura pagou a todos os funcionários, referente ao mês outubro do ano passado, e a gratificação retroativa do mês de agosto. Não tenho nada a temer, estou dentro do meu direito”, destacou o vigilante.

Josenildo disse ainda que está trabalhando a favor da segurança do povo de Bayeux há cerca de 20 anos e está disposto a responder qualquer tipo de pergunta acerca do assunto.