O juiz eleitoral da comarca de Bayeux, Francisco Antunes, condenou o ex-prefeito do município, Expedito Pereira (PSB), a oito anos de inelegibilidade, a contar das eleições de 2016. Com a decisão, Exepedito não pode se candidatar a nenhum cargo eletivo até 2024.

A ação pedia a cassação e a inelegibilidade do socialista. Como o ex-prefeito foi derrotado nas urnas, a cassação do registro perdeu o objeto. Porém, a inelegibilidade foi mantida. Expedito pode recorrer da decisão no Tribunal Regional Eleitoral. O ex-prefeito pretende disputar uam vaga à Assembleia Legislativa  em 2018.

Confira a sentença do juiz:

IMG-20171118-WA0749