Os vereadores de Bayeux acatarm o pedido do vereador Adriano Martins (PMDB) e aprovaram novo pedido de cassação do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (sem partido). Dos 17 parlamentares, apenas a ausência da vereadora Luciene de Fofinho (PSB) foi registrada.

Na sessão foi formada a Comissão Processante que vai apurar a denúncia. O presidente da comissão será Jeferson Kita (PSB), França (Podemos) será a relatora e Dedeta (PSD) membro. Jeferson e França são da ala ligada a Berg Lima e Dedeta é aliada de Luiz Antônio.

A comissão vai investigar a denúncia feita poer um empresário do município, no qual acusa Berg Lima de ter cobrado propina para liberação de pagamento de débitos atrasados. A formação da nova comissão atende os critérios da proprocionalidade, determinados pela justiça.