Com o objetivo de aumentar a cobertura e prevenção ao câncer de mama, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Saúde (SMS), ampliou a faixa etária para a realização da mamografia de rastreamento. Apesar do Ministério da Saúde preconizar o serviço em mulheres dos 50 aos 69 anos, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo determinou que o serviço seja priorizado na Capital a partir dos 40 anos e até os 74 anos. A medida atende à necessidade de cuidado preventivo e consiste em uma ampliação de mais de 87% no número de mulheres que serão beneficiadas.

De acordo com o Ministério da Saúde, além das mulheres entre 50 e 69 anos, aquelas com histórico de câncer de mama ou colo de útero também são priorizadas a partir dos 35 anos. Nesta faixa etária determinada, a Secretaria de Saúde da Capital atende aproximadamente 74 mil mulheres. Com esta ampliação promovida pela Prefeitura de João Pessoa, de 40 a 74 anos, aproximadamente 65 mil mulheres também estarão inseridas e com direito a prioridade no atendimento, totalizando 139 mil mulheres. A ampliação é válida para as mulheres munícipes na Capital e é reflexo da sensibilidade do prefeito em atuar de forma preventiva, inserida em uma série de outras ações com foco na saúde da mulher.

“É muito importante ampliarmos o acesso ao exame da mamografia de rastreamento para um número maior de mulheres. A prevenção continua sendo o melhor remédio para um tratamento mais eficaz e maiores chances de cura, então além do autoexame que toda mulher pode fazer em casa, ter acesso a este exame de forma gratuita dará às mulheres que moram em João Pessoa, mais uma oportunidade de identificação precoce da doença, prevenção e segurança com relação à sua saúde”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Para que o serviço chegue a esta faixa etária, a Prefeitura Municipal de João Pessoa assume os custos pela ampliação dos exames. O exame de mamografia por rastreamento é o método mais eficaz para a identificação de qualquer alteração na mama, que possa ser um indicativo do câncer e, por isso, é tão importante a ampliação da faixa etária, uma vez que a doença atinge cada vez mulheres mais jovens.

Mais Exames – Como forma de fortalecer a campanha do Outubro Rosa, que busca alertar as mulheres sobre a prevenção do câncer de mama, até o dia 30 de novembro, as mulheres poderão buscar a rede conveniada apenas com o encaminhamento da Unidade de Saúde da Família (USF) solicitando a mamografia, o cartão SUS e a cópia dos documentos, para agendar a marcação do exame, sem passar pela regulação.  Os dois hospitais e três clínicas da rede conveniada são: Hospital Napoleão Laureano, São Vicente de Paula, Cedrul, RadioMed e Azuir Lessa.