A militante histórica do PT, conhecida como Lila Lilás, anunciou o desligamento do partido e filiação ao PMN. Lila estava filoada ao PT há 30 anos. Ela foi Secretária Estadual de Mulheres do PT.

Lila vai assumir a Secretaria Estadual do PMN Mulher no processo de crescimento partidário, com as mudanças implementadas por Lídia Moura e Bala Barbosa, que levaram Zennedy Bezerra à presidência da legenda.

Em sua carta de desligamento Lila agradeceu aos antigos companheiros e reafirmou o seu compromisso com as causas feministas e sociais.

Nota

Por mais de 30 anos fiz do Partido dos Trabalhadores o meu lugar na trincheira da luta por dias melhores. Foi no PT que iniciei a minha caminhada na trajetória de luta pelos direitos humanos, especialmente, na defesa dos direitos das mulheres, tomando como base a plataforma política do feminismo.

Na caminhada também fui construtora. Assim, é que fui candidata por quatro eleições distintas( deputada estadual, federal e duas vezes vereadora), sem qualquer estrutura, com pouco apoio (apenas da militância), mas sempre perseguindo o crescimento partidário. Também colaborei como secretária estadual de mulheres, no partido.

Agora, a vida impõe outros projetos, exige mudanças. Surgem novos caminhos, novos desafios. A luta é a mesma. O momento por que passa o nosso país exige de todos nós a dedicação de outrora. Haveremos de ter comprometimento com as justas causas, que buscam um mundo livre de preconceitos e exigem respeito aos direitos de todas as pessoas.  E é assim que nos colocaremos, sempre: alinhada com essas bandeiras, vigilante, atenta e reafirmando compromissos com as lutas que se apresentam.

Neste momento, que me desligo do Partido dos Trabalhadores para trilhar e construir novos caminhos, agradeço pelas lições de vida, pelos amigos que conquistei nessas três décadas, pelo acolhimento dessa militância aguerrida e forte, que nunca fugiu às lutas. Agradeço pelo aprendizado.

No PT fiz amigis para toda a vida. Aprendi lições que serão norteadoras da caminhada, com valores indispensáveis para seguir trilhando como militante. Sigo, mas certa de que a despedida é parcial, na medida em que continuaremos parceiros das lutas que se impõem. O momento exige a nossa união para enfrentarmos os adversários da liberdade, da justiça social, do bem comum.

Ingresso em uma nova legenda para construir um projeto que se renova em nosso estado, bebendo da fonte do feminismo para reafirmar as nossas posições rumo à construção de um mundo melhor. Faço a minha filiação ao PMN com o propósito de ajudar a concretizar a plataforma feminista na legenda, certa de que muitas companheiras e companheiros ajudarão nesta tarefa.

O meu mais sincero agradecimento a todos!

Em frente!

“O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher. ” – Cora Coralina

Liliane Oliveira

Lila Lilás