Política

TCE aponta pagamentos indevidos a prestadores na Junta Comercial do Estado

tce

Relatório do Tribunal de Contas do Estado identificou funcionários fantasmas na folha de pagamento da Junta Comercial do Estado (Jucep). Levantamento realizado no Siaf (Sistema Integrado de Administração Financeira) constatou o pagamento a prestadores de serviço que constam na folha de pessoal, mas não trabalham na Jucep.

De acordo com o relatório, de janeiro a julho deste ano, Antônia Ramalho Macena recebeu R$ 8.400,00 do órgão sem dá expediente. Constatou-se também pagamento indevido ao servidor Mário José Sorrentino Neto, nos meses de janeiro e fevereiro, já que o servidor só foi admitido em março, conforme informações prestadas pela própria Jucep. O relatório conclui que:

“Ausência de comprovação de prestação de serviço à Junta comercial e pagamento indevido ao senhor Mário José Sorrentino Neto relativos aos meses de janeiro e fevereiro de 2017 e à senhora Antônia Ramalho Macena, relativos à 01/03 a 29/05/2017”, conluiu o relatório.

Confira o documento:

20170917_112510 20170917_112335

1 Comment

  1. Fatima

    O que está acontecendo na Jucep é que servidores da própria junta estão querendo prejudicar a excelente administração do presidente Aderaldo e de tabela o Governador Ricardo Coutinho.É preciso investigar quem são esses servidores que estão denegrindo a imagem do serviço público estadual.A Jucep está de cara nova, está funcionando,zelando pelo contribuinte e honrando a administração do nosso respeitado e transparente governador.Agora é preciso investigar quem é ou quem são os servidores que estão denegrindo a imagem do governo.

Leave a Reply