O novo presidente do PSL na Paraíba, vereador Lucas de Brito afirmou em entrevista ao Blog do Anderson Soares, nesta sexta-feira (15), que recebeu com muito entusiasmo a decisão da Direção Nacional do PSL. Sobre as críticas do ex-presidente do partido, Tião Gomes, de que foi traído pelo vereador, Lucas disse que tem o maior respeito pelo deputado, mas a oxigenação é o princípio republicano básico.

“Tenho grande respeito por Tião Gomes. Fizemos tudo para contribuir com o crescimento do partido, agora,  alternância do poder é um princípio republicano básico. O livres é um movimento que está ganhando corpo em todo Brasil. O PSL na Paraíba agora é Livres. Em nove estados, o Livres já assumiu o comando do PSL. A paraíba é o décimo, quinto estado do nordeste. Já somos maioria na região. Quando atingirmos 14 estados vamos mudar o nome da sigla para Livres”, revelou.

Lucas de Brito negou as acusações feitas por Tião Gomes sobre interferência do prefeito Luciano Cartaxo e do vice-prefeito Manoel Júnior ou de qualquer outro partido. “Não houve nenhuma interferência na escolha. A renovação foi natural, orgânica, sem interferência de outros partidos. Não passou nem longe por Cartaxo ou Manoel Júnior. O Livres é um partido diferenciado”, garantiu.

O Livres é uma corrente dentro do PSL, liderada por jovens, que defendem a renovação das práticas políticas. O partido é dirigido nacionalmente por Antônio Rueda, líder do movimento em todo o país. O presidente de honra do PSL, Luciano Bivar, abriu mão do comando da legenda para permitir a oxigenação na sigla.