O vereador Fábio Júnior (Fabinho) procurou o Blog do Anderson Soares, nesta sexta-feira (15), para acusar o prefeito de Junco do Seridó, Kleber Fernandes, de oferecer R$ 10 mil para votar contra o parecer do Tribunal de Contas do Estado, que rejeitou as contas do tio de Kléber, o ex-prefeito Branco Simões. O TCE atestou um rombo de mais de R$ 1 milhão junto ao INSS, à época em que Simões administrou o município.

Para rejeitar o parecer e manter a elegibilidade do ex-prefeito, eram necessários seis votos. Só que a bancada do prefeito só conta com cinco vereadores. Apesar da proposta, Fabinho disse que negou a tentativa de compra de voto (conforme conversas registradas abaixo no WhatsApp) e votou a favor do parecer do TCE. A câmara reprovou as contas do ex-prefeito pelo placar de 5×4.

IMG-20170915-WA0003

De acordo com matéria publicada no Blog do jornalista Heleno Lima, o ex-prefeito acusa o vereador de cobrar R$ 40 mil em troca do voto, mas Fabinho alega que é armação dos adversários políticos e assegura que vai acionar o ex-prefeito na justiça. Em uma conversa gravada, Kléber Fernandes, admite que as denúncias contra Fabinho podem ter sido articuladas pelos asversários.

Ouça o áudio!