O prefeito interino de Bayeux, Luiz Antônio (PSDB) vai promover uma reforma administrativa para acomodar aliados na gestão municipal. O tucano vai exonerar auxiliares ligados ao prefeito afastado Berg Lima (sem partido).

Pelo menos três secretários aliados de Berg Lima que ocupam espaços no primeiro escalão serão demitidos por Luiz Antônio.  Além de acomodar correligionários, o prefeito quer formar um governo de coalizão de forças para tentar recupar a cidade.

Semana passada, o gestor exonerou Fabia Donato, secretária-adjunta do Meio Ambiente e Paulo Coelho, secretário de Segurança de Bayeux, ambos aliados de Berg Lima. Quatro axiliares do prefeito afastado ocupam pastas estratégicas na atual gestão.