A deputada estadual Eliza Virgínia (PSDB) ironizou ao comentar nesta segunda-feira (11), que o secretário de Infraestrutura do estado, João Azevedo, pretenso candidato do PSB à sucessão de Ricardo Coutinho (PSB), sofre da síndrome do galo amarrado.

“João Azevedo já passou por uma e agora passa por outro. No momento em que ele adota o discurso de candidato, aí amarram os pés do coitado. Ele está passando pela síndrome do galo amarrado. Quer voar e não consegue porque seu dono não deixa”, ironizou.

A tucana fundamenta a tese ao dizer que no momento em que o governador Ricardo Coutinho (PSB) admite comoor chapa com Maranhão, ele está rifando uma possível candidatura de Azevedo. “João é uma pesoa amigável, mas está sendo bucha de canhão”, disse.