O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) comentou na manhã desta segunda-feira (11), sobre a tentativa da oposição na Câmara Municipal de ressuscitar a CPI da Lagoa e a ameça da vereadora Raíssa Lacerda (PSD) em votar a favor das investigações. Cartaxo minimizou o assunto e revelou bastante confiança no diálogo que mantém com  a bancada governista.

“Temos uma relação harmoniosa com a câmara. Tenho conversado e recebido os vereadores. Nossa bancada é numerosa. Trabalho, diariamente, para além de ser numerosa, a bancada seja unida, forte, pensando no futuro de João Pessoa e nos ajudando a governar a cidade. Meu papel enquanto gestor é continuar investindo e buscando recursos. Pra mim, o debate prioritário é melhorar a vida da população. É nisso que estou focado”, declarou.

Balanço da viagem aos EUA

Cartaxo avaliou como bastante positiva a viagem que fez aos EUA para destravar a liberação de mais de U$ 100 milhões para investimentos na capital paraibana para os próximos 30 anos. A previsão do prefeito é que no início de 2018 os recursos estejam em caixa.

“Concluímos a última etapa do convênio com o BID. Agora, vamos encaminhar à Secretaria do Tesouro Nacional e depois para aprovação no Senado. Acredito que no início de 2018, os recursos superiores a R$ 300 milhões já estejam liberados para investimentos no futuro de João Pessoa”, ressaltou.

As declarações de Luciano Cartaxo foram dadas durante visita às obras de construção da primeira escola Bilíngue de João Pessoa, no Alto do Mateus. Estão sendo investidos pela PMJP mais de R$ 4 milhões. Serão oferecidos cursos de Inglês e Português, em tempo integral, aos alunos da rede municipal de ensino.