O Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (1°) apresenta uma dança das cadeiras importante no xadrez socialista. Traz a nomeação do deputado estadual Adriano Galdino (PSB) para a Secretaria de Articulação Polícia. Em contraponto, apresenta também a exoneração de Raoni Mendes (DEM) do cargo de secretário Executivo do Desenvolvimento Econômico. Ato contínuo, enquanto Galdino se licencia da Assembleia Legislativa da Paraíba para exercer a nova função, Mendes, enquanto suplente, assume o mandato. Pela articulação, o ex-presidente do Legislativo vai atuar como auxiliar do governador Ricardo Coutinho (PSB) entre os meses de setembro, outubro e novembro. Em dezembro, ele volta ao Legislativo.

A ida de Raoni Mendes para a Assembleia Legislativa fará com que se forme uma bancada de oposição ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD). Ele, juntamente com os deputados Hervázio Bezerra e Estela Bezerra, ambos do PSB, além de Aníbal Marcolino (sem partido), formarão um time crítico ao gestor. Todos têm como base a cidade de João Pessoa, reduto de Cartax0. Na Assembleia, terão a missão de fazer as críticas ao prefeito e, consequentemente, defender o governador Ricardo Coutinho. Curiosamente, do grupo, apenas Estela Bezerra não ocupa o cargo como suplente. Os ataques a Cartaxo visam, também, o fortalecimento da candidatura do governo à sucessão de Coutinho.

O nome escalado pelo partido para o enfrentamento é o do secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo. Galdino demonstrou empolgação com a nova missão. “Vou honrar a confiança depositada em mim pelo governador Ricardo Coutinho, que está mudando o nosso estado”, ressaltou Adriano Galdino, nesta semana, no momento em que anunciou o pedido de licença do cargo. O papel de fazer o contraponto aos ataques foi assumido pela deputada estadual Eliza Virgínia. Ela tem criticado com regularidade a gestão do governador Ricardo Coutinho.

Blog do Suetoni