Depois do pedido de vista do desembargador Oswaldo Trigueiro, o Tribunal de Justiça da Paraíba retoma nesta quarta-feira (23), o julgamento sobre o relaxamento da prisão do prefeito afastado Berg Lima (sem partido).

O relator do processo, o desembargador Marcos Willian deu voto favorável à soltura de Berg e manteve a decisão de mantê-lo afastado da prefeitura de Bayeux. O magistrado determinou que o prefeito não pode frequentar predioa públicos.

Berg Lima está preso desde o dia 5 de julho, depois que foi flagrado cobrando propina de um empesário da cidade para liberar pagamentos empenhados na gestão do ex-prefeito Expedito Pereira (PSB).