Após confusão com uma militante no Congresso Municipal do PSB, a deputada estadual Estela Bezerra divulgou nota à imprensa, na noite desta sexta-feira (18), para esclarecer o episósio.

A socialista disse que foi agredida após uma discussão sobre a eleição do novo grupo dirigente que será conduzido para uma gedtão de dois anos. Abalada, Estela diz que sempre defendeu o diálogo na política.

Nota

Hoje, durante o Congresso do segmento mulheres do PSB, fui agredida após uma discussão sobre a eleição do novo grupo dirigente que será conduzido para uma gestão bianual. A certa altura tentei me retirar do recinto, mas fui intimidada por gravações e impedida de sair do local de forma violenta.
Infelizmente, algumas pessoas distribuíram um vídeo, imbuídas de má fé, tentando distorcer os fatos. Tanto que o trecho do vídeo divulgado não documenta a reunião, mas sim uma parte fragmentada que apenas me atinge.
Estou profundamente abalada e consternada com o ocorrido, pois defendo a ética, o diálogo, a solidariedade e o respeito as diferenças no campo político em toda minha trajetória.
O projeto construído pelo PSB na Paraíba é maior do que diferenças pontuais e isoladas. Neste sentido, seguimos trabalhando para o fortalecimento dos segmentos sociais e da participação popular.

Estela Bezerra
Deputada Estadual -PSB