Após reunião na tarde desta quarta-feira (16), entre o governador Ricardo Coutinho (PSB), o presidente da Assembleia Legislativa, Gervásio Maia (PSB), o suplente Aníbal Marcolino (PSD) e deputados da base aliada, o entrave sobre a posse de Aníbal na Assembleia Legislativa já tem data marcada para esta quinta-feira (17). Problemas burocráticos impediram a posse do parlamentar.

Na reunião com o governador, Aníbal acertou os detalhes da atuação no parlamento estadual e oficializou o ingresso na bancada governista. À tarde, durante entrevista ao Programa Rádio Verdade, o deputado rebateu as críticas sobre a aproximação com o governador, seu adversário histórico. Para Marcolino, nenhum dos que criticam tem moral porque também já estiveram com Ricardo.

Aníbal retorna à ALPB na vaga deputado Jullys Roberto (PMDB). Ele vai se licenciar por 121 dias para tratamento cirúrgico. O parlamentar se submeterá a uma cirurgia bariátrica. A articulação para o retorno de  Aníbal à ALPB foi feita, inicialmente, pelo líder da oposição, Bruno Cunha Lima (PSDB). Entretanto, a base governista aproveitou o impasse quanto ao nome da oposição que abriria vaga e se surpreendeu os adversários.