O secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos do estado, João Azevedo, deixou escapar na noite deste sábado (22), em Guarabira, que de fato, é o nome escolhido pelo PSB, para suceder o governador Ricardo Coutinho (PSB), no Palácio da Redenção.

Leia também: “Meu nome será bem conhecidozinho no estado já, já”, diz João Azevedo sobre candidatura ao governo

Questionado sobre a retirada da candidatura à Prefeitura de João Pessoa, em 2016, Azevedo afirmou que as circustâncias eram direfentes, porque havia o impeachment em curso e o estado precisava manter a equipe unida para superar a crise financeira.

“As circusntâncias de mudança em João Pessoa tinham outras dimensões. Havia um impeachment em curso e um golpe sendo dado. O estado precisava manter a equipe unida para que pudesse passar o momento financeiro difícil como passamos. A maior prova é que conseguimos manter o pagamento em dia e com o estado fazendo obras”, explicou.

O secretário rebateu análises de que por ainda não ter o nome massificado no estado, isso pederia ser impedimento para sua candidatura ao Governo. “Sobre essa coisa do nome ser conhecido ou não, ele vai ficar bem conhecidozinho já, já”, explicou.

Ouça os áudios: