O presidente estadual do PPS e chefe de gabinete do governador Ricardo Coutinho (PSB), Nonato Bandeira, disse nesta terça-feira (4), ao Blog do Anderson Soares, que respeita a decisão do governador de permanecer no cargo até o final do mandato. Ele disse que o gesto revela despreendimento e espírito público do socialista.

“É uma decisão que cabe a gente respeitar, principalmente pelo fato do governador colocar, nesse gesto, os interesses públicos acima de seu próprio futuro político. Para dar continuidade a um programa de desenvolvimento estadual que está revolucionando a Paraíba, ele vai sacrificar um mandato de oito anos de senador que, tenho absoluta convicção, seria concedido pelos paraibanos”, avaliou.

Apesar de respeitar a decisão, Nonato afirmou que continua entendendo que a Paraíba não pode perder um representante no Senado do nível do governador. Ele ressaltou que os paraibanos reconhecem o trabalho de Ricardo no estado e até pessoas ligadas à oposição têm manisfestado o desejo de votar nele.

” Tenho ido a diversos municípios e é impressionante o reconhecimento das pessoas por tudo que Ricardo vem fazendo. Tenho encontrado até muitos seguidores de lideranças de oposição que dizem se ele candidatar-se ao Senado tem os seus votos.
Eu, no entanto, mantenho minha posição original de defender sua saída do Governo, para que a Paraíba não perca essa chance de ter uma grande voz no Senado em defesa dos interesses do Estado”, argumentou.