O ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira (PSB), almoçou nesta quinta-feira (29), com vereadores da cidade, no restaurante Chinês, no Alto das Populares. Ele conseguiu reunir 11 dos 17 parlamentares. O objetivo do encontro foi pedir apoio da Câmara para investigar denúncias da má aplicação de recursos deixados por ele.

IMG-20170629-WA0237

Segundo informações, Berg Lima tentou impedir o encontro, ameaçando os vereadores que fosse para o almoço. Advogados do prefeito e o coordenador de comunicação, Nelson Nóbrega, almoçaram na mesa ao lado da de Expedito, na tentativa de   intimidar os presentes.

IMG-20170629-WA0239

Participaram do almoço, o presidente da Câmara, Noquinha, Netinho, Jeferson Kita, Adriano Martins, Adriano do Taxi, Rubens, Zé Baixinho, Rony Alencar, Lico, Uedson orelha, Luciene de Fofinho e Inaldo Andrade. Na manhã de hoje, o ex-secretário, Ramon Acioly, protocolou denúncias na câmara contra Berg.

Ele quer que o legislativo apure as denúncia sobre funcionários-fantasmas na administração municipial. Além de formalizar as acusações na Câmara de Bayeux, Acioly vai protocolar no Ministério Público. O ex-secretário levou um dossiê em que apontas inúmeras irregularidades no governo Berg Lima.

IMG-20170629-WA0209