O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), negou durante entrevista ao Programa 60 Minutos, da Rede Arapuan de Rádios, que a articulação para levar a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) à Assembleia Legislativa, tenha relação com o processo eleitoral de 2018.

Romero explicou que, coicidentemente, encontrou Eliza em Brasília e ela revelou que tinha o sonho de assumir uma vaga na ALPB e ele se comprometeu em tornar o sonho em realidade. Pela votação expressiva, em 2016, o tucano diz que o foco é dar respostas à confiança dos campinenses.

“Foi uma coicidência. Em Brasília, ela me revelou o desejo de assumir uma vaga na Assembleia. É o sonho da vida dela. Não fiz pensando em 2018. Não tem nenhuma vinculação com o processo eleitoral. Tivemos mais de 87 mil votos de maioria. Uma vitória histórica. 2018 vamos entregar a Deus”, explicou.