Os servidores de Santa Rita decidiram em Assembleia Geral da categoria, nesta  terça-feira (6), o retorno ao trabalho. A decisão foi motivada pela determinação do Tribinal de Justiça da Paraíba, que na sexta-feira (2), considerou a greve ilegal.

Leia mais: Tribunal de Justiça decreta ilegalidade da greve dos servidores de Santa Rita

O sindicato vai recorrer da decisão do TJ, que estipulou multa diária de R$ 10 mil, em caso de descumprimento. Uma nova assembleia dos servidores está marcada para a próxima terça-feira (14). Uma paralisação geral está agendada para o dia 30 de junho.