O partido dos Trabalhadoresda Paraíba emitiu uma nota nesta segunda-feira (5), lamentando a morte dos sete adolescentes no massacre do Lar do Garoto, ocorrido na madrugada desábado, em Lagoa Seca.

Na nota, o PT condena a negligência dos responsáveis pela permanência de mais de 200 menores quando a capacidadeera para 40. O partido cobra transparência nas investigações e punição aos culpados.

Nota

Na madrugada deste sábado, 3, sete adolescentes morreram durante um motim dentro do Lar do Garoto, localizado na cidade de Lagoa Seca, e o Partido dos Trabalhadores lamenta pelas vidas perdidas. Foram jovens que, através da negligência dos responsáveis pela permanência deles naquela instituição, não terão a oportunidade de refazerem as suas vidas.

O Lar do Garoto se tornou uma reprodução dos presídios, e deixou de cumprir o seu papel principal: ser um centro socioeducativo. A superlotação (um local que deveria ter 40 jovens abriga mais de 200), a falta de condições de higiene e a violência que existe lá dentro já foram denunciadas inúmeras vezes, mas nenhuma medida foi tomada.

Com a tragédia desta madrugada, tivemos várias manifestações oficiais com afirmações de que algo já está sendo feito, porém, com a morte destes jovens, percebe-se que ainda é pouco.

Os responsáveis, todos eles, Governo do Estado e Justiça, devem assumir as suas responsabilidades sobre o acontecido. Medidas urgentes precisam ser tomadas para impedir que outros adolescentes tenham este mesmo destino, ou, no caso dos que sobreviveram, consigam realmente receber um atendimento adequado e humano para que encontrem um novo caminho dentro da sociedade.

Precisamos lembrar que estamos falando de vidas. O que acontece dentro dos muros do Lar do Garoto precisa ser apurado com transparência e celeridade, e os culpados devem ser encontrados e punidos.