O secretário de Comunicação do Estado, Luís Tôrres, declarou nesta terça-feira (30), que a opsição ao Governo na  tem nenhuma credibilidade para cobrar a instalação da CPI dos Codificados. Segundo o secretário, na gestão do PSDB é que existia a firgura do codificado com agravante de que o servidor não prestava o serviço à população.

” Em outras épocas, as informações não eram repassadas ao TCE. Aí sim, você tinha a criminalização desse uso. Era só o CPF e o servidor não existia é muito menos prestava o atendimento à população”, declarou o porta-voz do governo.

Tôrres ressaltou ainda, que a oposição não tem condições moral para cobrar a instalação da CPI. Ele disse que o PSDB não pode tentar criminalizar essa modalidade. “Deputado do PSDB falando em codificados é como se os tucanos pudessem criticar que recebeu propina da Odebrecht”, atacou.