Há oito dias sem água no município de São Bento, por causa da diminuição da vazão do açude de Coremas, o prefeito do município tomou uma decisão que tem sido alvo de críticas na cidade: suspendeu as aulas nos Estabelecimentos Educacionais, até que a situação seja normalizada.
Em contato com o Blog do Anderson Soares, moradores reclamaram da atitude do prefeito. Eles alegam que o gestor poderia ter abastecido as escolas e creches com carros-pipas. Ainda de acordo com informações repassadas ao Blog, moradores ameaçam fazer protesto na cidade.
“O prefeito some e não dar nenhuma satisfação. Estamos organizando um protesto. Já são oito dias sem água”, disse um morador revoltado com a situação.
Em nota, o prefeito Jarques Lúcio (DEM) revelou que já manteve contatos com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, para cobrar a celeridade das obras do Eixo Norte da Transposição e a liberação de recursos para a construção de poços artesianos nas escolas.