Um vídeo publicado nas redes sociais, nessa sexta-feira (28), retrata a intransigência e intolerância do movimento paredista deflagrado em todo país. O direito de ir e vir foi vilipendiado pelos “grevistas”.

Alem disso, em Campina Grande, em tom autoritário, desrespeitoso e intimidarório, o líder do movimento manda os manifestantes fecharem as portas de uma farmácia que decidiu não aderir à “Greve Geral”.

Assista ao vídeo: