Política

Bastidores: RC repudia atitude de prefeito ao organizar evento paralelo em Bayeux

BERG-E-RICARDO-1

Falta de comunicação ou picuinha política? São esses os questionamentos que tomaram conta da classe política de Bayeux, nas últimas horas, após evento realizado pelo Governo do Estado para entrega de 31 novos ônibus que farão o transporte coletivo na cidade.

O prefeito Berg Lima (Podemos) não foi convidado pelo cerimonial do Governo do Estado para a solenidade de entrega dos ônibus, realizada na Tambiá Motors. Em paralelo, a Prefeitura do Município armou toda estrutura para a solenidade acontecer na sede do Poder Executivo.

Entretanto, o governador levou os ônibus para o local oficial do evento. Segundo informações, Ricardo Coutinho ficou visivelmente, chateado, com Berg Lima. O comentário de pessoas ligadas ao governador era de que o prefeito queria pegar carona numa ação, exclusivamente, articulada pelo Governo Estadual.

Após saber que os ônibus não seriam levados para prefeitura, Berg compareceu à solenidade do governador e o clima que já não era bom, piorou com a presença do gestor. De acordo com fontes, o governador ignorou Berg e nem sequer mencionou, em seu discurso, a presença do prefeito .

No município, comenta-de a deselegância do governador com a maior autoridade da cidade. Já há até sugestões de voto de repúdio na Câmara Municipal de Bayeux para a atitude, segundo aliados, desrespeitosa de Ricardo Coutinho. Nos bastidores, o assunto é mais comentado do que a entrega dos ônibus.

7 Comments

  1. Sosteni

    Quero aqui parabenizar esse grande homem público o Prefeito moral de Bayeux Berg Lima! Esse dai não se curva ao Palácio da Redenção. Mostrou que tem caráter e personalidade. Esse Prefeito tem o apoio do Povo de Bayeux que deu o troco nas urnas massacrando o grupo Girassóis ! O Palácio ainda não engoliu a lapada que levou em Bayeux. Berg Lima, vá em frente Prefeito moral, que o povo tá do seu lado.

  2. patricia

    babao ese prefeitu mizera pesiguimdu quemta trabalhamdu todus os pais de alumu estao revoltadu com ele obrigamdu legaliza os tramspoter escola de bayeux so deu prazu 45 dia mas vamus fala com os veriadores de bayeux porquer otempu tamuitu dificiu pra todu mundu si for presizo todas vam vai chama milvam fereira

  3. valter

    valter to com vocer votei em bergui mas ser elemecher quem ta trabalhamdu mao voltu mais ta aqui meu recadu prefeitu deixe opovo gamha seu pao de cada dia obrigadu

  4. Anônimo

    Vcs eleitores tem que entender que quando sai um prefeito os contratados dele vão juntos e que contrato não é emprego fixo quando entra o novo os que floram fiel tem a sua vez .sempre foi assim esse povo não aprende e faz confusão por causas perdidas.

  5. Sosteni

    Alguém pode traduzir pra mim o que PATRÍCIA e VALTER quis dizer?

  6. Irmao Almir

    Quero comprimentar aos srs que participam deste canal de rede social,em particuticular meu amigo Anderson Soares.
    em nome da populacao quero parabenizar o Governo do Estado,e o Prefeito pela mudanca da empresa de transporte coletivo que prestava um deservico.Quero neste instante vos chamar a atencao para os comentarios vagos e de forma proposital escrevem trocando letras e notem os srs que as duas pessoas sao as mesmas (Valter e Patricia)e que ele nao teve coragem de usar seu proprio nome,que esta insatisfeito talves por motivos justo com a administracao Municipal.

  7. Anônimo

    Bom dia , é um pena está briga política onde só que perde e a cidade de Bayeux , e sabido por todos que a concessão e estadual, porém si o governo não convidou o prefeito que acho difícil , ele foi desrespeitoso com a Cidade porque o seu representante e o aocadio, o mesmo também foi imaturo em querer pegar carrona na quilo que por direito não é de sua competência que é a concessão do transporte público.
    O prefeito Berg Lima na verdade está perdido , ainda não conheci a estrutura por isto a ineficiência sem experiência para gerir o município.

Leave a Reply