O Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity (Ortotrauma) reabre bloco cirúrgico nesta quarta-feira (11), às 9h, com a presença do prefeito Luciano Cartaxo, que entrega a obra de reforma da unidade. Com a reabertura, o Complexo Hospitalar de Mangabeira amplia a capacidade de realização de cirurgias em 60%.

O bloco cirúrgico Humberto Nóbrega, que será reaberto, possui três salas de cirurgias, que se somam às cinco salas dos outros dois blocos em funcionamento. Ao todo, estarão disponíveis oito salas de cirurgias à população.

No ano de 2016, o Complexo Hospitalar de Mangabeira realizou 5.362 cirurgias, sendo 438 apenas no mês de dezembro. Com relação ao ano de 2013, no início da gestão, quando foram feitos 3.454 procedimentos cirúrgicos, houve crescimento de 55,24%.

“Às 7h da manhã desta quarta-feira começaremos as cirurgias no bloco Humberto Nóbrega, e a previsão inicial é de realizarmos 30 procedimentos no primeiro dia de funcionamento”, afirma a diretora-geral do Complexo Hospitalar de Mangabeira, Fabiana Araújo.

A gestora explica que o bloco cirúrgico estava passando por adequações técnicas e dependendo de processo licitatório. “Com esta ampliação, aumentamos nossa capacidade de realização de cirurgias de urgência e emergência, e até mesmo as eletivas. A logística também melhora, porque facilita aos profissionais a programação das cirurgias, já que teremos uma dinâmica melhor”, destaca Fabiana Araújo.

A unidade hospitalar realiza uma média de mil atendimentos ambulatoriais ao mês, como pequenas cirurgias, em que não há internação do paciente. No ano passado, foram registradas mais de 100 mil consultas médicas.

O Complexo Hospitalar de Mangabeira é referência em cirurgia de urgência das áreas abaixo do joelho e do cotovelo, a partir de pactuação firmada com o Ministério da Saúde. A unidade hospitalar possui ligação com o Samu 24 horas por dia, realizando atendimentos.