O ex-prefeito de Santa Rita, Netinho de Várzea Nova (PR), informou ao Blog do Anderson Soares, neste sábado (7), que deixou recursos mais de R% 4 milhões em caixa para, o novo prefeito do município, Emerson Panta (PSDB), efetuar o pagamento dos servidores.

Questionado porque não pagou o funcionalismo no final do mês passado, Netinho afirmou problemas burocráticos com o banco, o impediram de fazer a operação. Ele admite que deixou salários atrasados, mas atribui os problemas financeiros, à instabilidade política e administrativa que Santa Rita viveu nos últimos anos.

“Essa instabilidade política, somada a crise econômica e a queda nas arrecadações levaram Santa Rita a essa situação. Não tivemos tempo de fazer o planajamento para cidade. Realmente, deixei algumas categorias com três meses de salários atrasados, mas também deixei o município com R$ 4 milhões em caixa. Não pude efetuar o pagamento porque os recursos já chegaram no final do mês e os bancos não tiveram expediente nos últimos dias do ano”, afirmou Netinho.

Frota de veículos

O ex-prefeito esclareceu as denúncias feitas na imprensa pelo atual prefeito da cidade, Emerson Panta (PSDB), sobre o  sucateamento da frota de veículos do município.

Netinho disse que já havia feito essa  mesma denúncia quando assumiu a prefeitura e atribuiu à gestão de Marcos Odilon, o descaso com a frota oficial. Ele garantiu que não investiu na recuperação dos veículos porque sairia muito caro para gestão.

“Acho que o marketing de Emerson Panta não está no caminho certo. Eu mesmo fiz essa denúncia, nas redes sociais, em 2015. Essa foi uma herança deixada pelo ex-prefeito Marcos Odilon. Não recuperamos a frota porque sairia muito caros para os cofres públicos”, esclareceu.

dsc_6204-1

dsc_6211