O presidente da Assemblea Legislativa, Adriano Galdino (PSB), fez um discurso de despedida da Presidência do Legislativo Estadual, nesta quarta-feira (30), para destacar o esforço para fazer o melhor à frente da AL.

Galdino destacou as dificuldades financeiras enfrentadas, nesses dois anos, e ressaltou que foi o primeiro presidente da crise. Segundo ele, outros que comandaram o Poder Legislativo, puderam implemantar ações que a crise não lhe permitiu.

” Me esforcei para dar o meu melhor. Sou o primeiro presidebte da crise. Os próximos presidente vão ter que conviver com essa realidade. Antes, se podia fazer coisas porque, realmente, tinha dinheiro, mas agora a situação é outra. Procurei fazer o melhor. Se errei foi com intenção de acertar”, afirmou.

Adriano revelou ainda mágoas a Direção do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa. Segundo o presidente, o Sindicato foi desleal ao descumprir vários acordos firmados com a Mesa Diretora da AL e ainda fazer críticas, injustas, segundo o socialista, à administração dele.

“Sempre respetei o Sindicato dos servidores da AL, mas o Sindicato nem sempre cumpriu os acordos e ainda por cima, fez críticas injustas na minha ausência. Sempre tive a consciência de nós passamos, mas os servidores ficarão. Por isso, sempre procurei fazer o melhor para os profissionaia desta casa”, concluiu.