O governador Ricardo Coutinho (PSB), negou nesta terça-feira (29), durante solenidade de entrega de viaturas e fuzis às Polícias Civil Militar, que vai se licenciar do cargo no final do mês de dezembro para descansar.

A notícia foi veiculada ontem (28) na imprensa. Ricardo disse que não tinha tempo sequer para pensar no assunto, já que a situação financeira do estado não permite que o governador se dê ao luxo de se afastar do cargo.

“Não pensei nisso não. Não tive nem direito de pensar nisso. Meu direito hoje é contar dinheiro para fchar as contas do estado e pagar tudo até o final do ano, no meio de uma crise que é extremamente selvagem”, afirmou.