O governador Ricardo Coutinho (PSB) disse nesta sexta-feira (18), que não vai ceder às pressões do revendedores de automóveis e bancos que apelam pela mudança da empresa contratada pelo Governo do Estado para regustro de gravames na Paraíba.

Ele garantiu que a mudança da empresa foi efetuada porque existe uma cartel das revendedoras em todo país e a nova empresa oferece o serviço mais vantajoso para o estado. Ricardo disse que a Paraíba não se submete a essa prática.

“Mudamos porque chegou um a empresa com uma proposta seis vezes mais vantajosa para o Estado. Tem um monopólio no Brasil que acha que pode manobrar todos os estados. Quem pensa assim vai perder tempo. O sistema está funcionando. Não há nenhum problema em fazer financiamento”, afirmou.

O governador questionou o interesse de bancos e revendedores em uma única empresa. RC afirmou ainda que não recuará da decisão porque extermina a prática de cartelização dos preços aqui no estado.

” O que está por trás disso tudo por que tanto interesse numa única empresa? dentro do estado não há cartel nem monopólio. Vi nitas de revendedores de automóveis culpando o estado. Acho isso um absurdo. O estado não se cruva a um cartel. O sistema está aberto e funcionando e outros que queiram comercializar com outros bancos é só chegar no Detran e comercializar. O problema do cartel já foi resolvido dentro do estado. A decisão está tomada”, ressaltou.

As declarações do governador Ricardo Coutinho (PSB) foram dadas, durante inauguração do Centro de Formação de educadores da Paraíba, em Mangabeira. O governo investiu mais de R$  13 milhões na estruturação do local.