O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSB), afirmou na manhã desta sexta-feira (18), que a lei aprovada na Câmara de João Pessoa, que negativa o nome de contribuintes com débitos na Prefeitura da capital, só atinge aqueles que tenha dívidas superior a R$ 6 mil.

“Só vamos judicializar dívidas superior a R$ 6 mil. O contribuinte com dívidas menores serão cobrados do ponto de vista administrativo, dentro da própria Procuradoria do Município. Nesses últimos quatro anos não encaminhei nenhuma medida para Câmara aumentando impostos em João Pessoa”, afirmou.

O prefeito destacou ainda que nos últimos anos realizou multirões que facilitaram a vida dos contribuintes. Segundo Cartaxo, em 2012 e 2015 a gestão parcelou dívidas, dando oportunidade ao contribuinte de dividir os débitos.

“Nosso objetivo é separar o que vai para justiça através de demada judicial e o que é cobrança administrativa. De alguma forma, estamos beneficiando o pequeno que passa a não ter mais aquela cobrança judicial. Continuará a responder medidas administrativas”, afirmou.

As declarações do prefeito foram dadas durante inauguração da reforma e ampliação ds escola Virgínius da Gama e Melo, em Mangabeira I. A Prefeitura investiu mais de R$ 500 mil na melhoria da estritura da escola.