O deputado Tovar Correia Lima (PSDB) refutou de imediato ass acusações de Tião Gomes (PSL), de que os políticos campinenses tinham culpa pela falta de água na cidade.

Tovar enfatizou que o agravamento da seca se deu nos últimos seis anos na Paraíba e culpou o governador Ricardo Coutinho (PSB) pela má administração dos recursos hídricos.

Ele destacou ainda que na época em que Cássio foi governou o estado, Campina Grande não sofria com a falta de água, pelo contrário, o açude Boqueirão sangrou várias vezes na época.

“Em 1990, Ronaldo fez a segunda adurura para Campina Grande. Cássio viu o Boqueirão sangrar por duas vezes quando foi governador. Então nãontínhamos problemas de água. Em 2004, a população que bebia da água do Boqueirão era de 400 a 500 mil habitantes. Hoje a população da região é em torno de 800 mil. Na verdade o que acontece não foi culpa dos políticos do passado, foi uma má administração dos recursos hídricos. Há seis anos não se ver o governador falar de seca e de Campina Grande. Ninguém tem culpa porque não estar chovendo, mas precisamos administrar melhor nossos recursos”, afirmou.