Ainda faltam dois anos para a sucessão estadual, mas as articulações já são intensas no jardim girassol, para não cometer o mesmo erro, deste ano, ao definir o candidato em cima da hora.

De acordo com um deputado muito próximo ao governador Ricardo Coutinho (PSB), o nome do senador Raimundo Lira (PMDB) é, hoje, o mais forte dentro grupo para suceder Ricardo em 2018.

O problema é que o senador está filiado ao PMDB, hoje, partido adversário de RC. No entanto, há articulações para que Lira deixe a legenda para se filiar ao partido Socialista Brasileiro (PSB).

Embora neguem, publicamente, as movimentações, nesse sentido, têm sido intensas. O próprio senador Raimundo Lira já admitiu, em entrevista à imprensa, a possibilidade de disputar o Governo do Estado.

Outro nome que é opção para suceder Coutinho, é o futuro presidente da Assembleia Legislativa, Gervásio Filho (PMDB), porém, a preço de hoje, seria uma espécie de plano b dos girassóis.