O suplente de deputado estadual, Emano Santos (PTN) tenta permanecer na Assembleia Legislativa com o retorno, no fim do mês, do titular do mandato, Inácio Falcão (PTdoB). Já faz um ano que Emano permanece na AL, através de licenças.

Ficou quatro meses na vaga de Genival Matias (PTdoB), mais quatro meses com a licença médica de Janduhy Carneiro (PTN) e agora termina a licença de quatro meses de Inácio Falcão. O problema é que nenhum parlamentar estar disposto a ceder o espaço para o suplente continuar.

De acordo com informações de bastidores, o vereador João dos Santos (PR), pai de Emano, pode voltar para base do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), caso nenhum dos parlamentares abra espaço para o filho dele.

Emano é suplente da coligação PTN/PTdoB/PRB. Da coligação, o único que ainda não tirou licença foi o deputado Jutay Meneses (PRB), da base do prefeito da capital.