O líder da oposição na Assembleia Legislativa, Renato Gadelha (PSC), pediu ao Ministério Público, nesta quarta-feira (19), investigação sobre as denúncias de corrupção no governo do Estado, reveladas pelo vereador Renato Martins (PSB).

Ele disse que o parlamentar não pode recuar das acusações diante das riquezas de detalhes que revelou. Gadelha lembrou que o socialista acusou a secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, de comandar o esquema de corrupção.

“O vereador Renato Martins não pode negociar o silêncio ou a retratação. Ele revelou riquezas de detalhes na denúncia e não pode recuar. Tem obrigação de dizer o que sabe. Formulamos a denúncia ao Ministério Público e esperamos a investigação. Ele chamou a secretária Livânia de corrupta-mor da Administração. Ele feriu esta casa quando chamou a deputa Estela de corrupta. Queremos que as denúncias sejam detalhadas sob pena de Renato Martins ser processado por crime de calúnia e difamação”, afirmou o líder da oposição.