O Tribunal Regional Eleitoral adiou para esta terça-feira (20), o julgamento da Ação Judicial de Investigação Eleitoral (Aije), que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB), por conduta vedada e abuso de poder politico nas eleições de 2014. Inicialmente, o julgamento estava marcado para a tarde desta segunda-feira (19).

A acão, conhecida como Aije das Ambulâncias, foi movida pela coligação “A Vontade do Povo”, encabeçada pelo PSDB, que tinha Cássio Cunha Lima como candidato ao Governo do Estado. Segundo a denúncia, foram distribuídas mais de 70 ambulâncias, que custaram em torno de R$ 30 milhões, em período eleitoral.

A relatoria do processo é da desembargadora Maria das Graças Morais Guedes. O Ministério Público Eleitoral já emitiu parecer contrário a ação. Além do governador Ricardo Coutinho, são investigados na ação a vice-governadora Lígia Feliciano e o ex-secretário Carlos Antônio Araújo de Oliveira.