O deputado Manoel Júnior (PMDB) evitou fazer comentários sobre voto dele, na sessão desta segunda-feira (12), em favor da cassação de seu correligionário, Eduardo Cunha (PMDB), ex-presidente da Câmara.

O parlamentar também evitou polemizar sobre críticas dos adversários que o acusaram de incoerência por ter votado contra o peemedebista. Entretanto, mandou recado para os oposicionistas.

” O recado  para os adversários será o resultado das urnas em João Pessoa”, resumiu.