O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba rejeitou, nesta terça-feira (13), mandato de segurança encabeçado pela candidata Cida Ramos (PSB), contra decisão do  juiz da propaganda de mídia, José Ferreira Ramos Júnior, que determinou a retirada de inserções no guia da socialista com críticas feitas às obras da Lagoa, pelo candidato vice-prefeito Manoel Júnior (PMDB), pela coligação a Força da União por João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB.

O relator do recurso, o desembargador Breno Wanderley, votou pela manutenção da decisão do juiz. Ele foi seguido por Leandro dos Santos e José Augusto Meirelles. Os juízes Ricardo Freitas, Emiliano Zapata e Antônio Carneiro votaram contra a decisão do magistrado e a presidente do Tribunal Regional da Paraíba, Maria das Graças, votou com o relator, desempatando o placar.