A militância, candidatos a vereador, dirigentes municipais e estaduais, e simpatizantes do Partido dos Trabalhadores enfeitaram de vermelho a Av. Sérgio Guerra com a inauguração do Comitê do Professor Charliton a prefeito de João Pessoa, nesta terça-feira (16), no bairro dos Bancários.

Para o Professor Charliton, o PT começou a campanha com muita vontade e muita garra. “Antes de irmos para a inauguração do Comitê nos Bancários, estivemos no Ato em Defesa dos Direitos dos Trabalhadores e Trabalhadoras organizado pela Central Única dos Trabalhadores, com o apoio da Frente Brasil Popular, e lá fomos muito bem recebidos pelos participantes. O PT tomou decisões importantes, e a população de João Pessoa reconhece isso. Decidimos pela candidatura própria, optamos por não fazermos nenhum tipo de aliança, decidimos enfrentar de frente os debates nacionais, e debatermos projetos para a cidade de João Pessoa, saindo da política rasteira e indo para a política do conteúdo”, analisou.

Na inauguração do Comitê, que fica nas proximidades da Praça da Paz, um corredor de bandeiras vermelhas foi formado na principal avenida do bairro, com a distribuição de adesivos e outros materiais da campanha. Durante dos discursos, foi feito um minuto de silêncio em homenagem ao candidato a vereador Sargento Guido, falecido no último domingo, 14, após sofrer um acidente de moto na BR 230.

Entre as pessoas que fizeram falas, foi unânime que a presença do PT na campanha majoritária com o Professor Charliton irá elevar o nível do debate, e que o partido está apresentando para a população um Programa Político que traz como pontos principais a participação popular, a inclusão e a sustentabilidade.

A última fala no evento foi reservada para o Professor Charliton, que destacou a força do PT, “um partido que tem história e militância”: “Vamos para as ruas, vamos para o debate e apresentar o nosso Programa para a população de João Pessoa. A campanha apenas começou, e temos certeza que iremos crescer ainda mais com o passar dos dias, com o apoio e engajamento da nossa militância. Para nós não existe sol ou chuva, temos sola de sapato para gastar e voz para falar. Esse é o PT que fez história no Brasil: o PT das ruas, o PT do debate, dos movimentos sociais e sindicais, que enfrenta o preconceito, que combate a homofobia e o machismo, e luta pela igualdade social”.

Assesoria