A professora Cida Ramos (PSB), candidata a prefeita de João Pessoa pela coligação Trabalho de Verdade, disse que os R$ 10 milhões desviados da reforma da Lagoa, constatados pela Controladoria Geral da União (CGU), dariam para construir três novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) na cidade, beneficiando mais de 500 mil pessoas. Ao lado do seu companheiro de chapa, Wilson Filho (PTB), e do vereador e candidato à reeleição Felipe Leitão (PSL), a socialista se reuniu com moradores do bairro do Cruz das Armas na noite desta segunda-feira (15).

“Com os R$ 10 milhões que a CGU detectou que foram desviados da reforma da Lagoa, daria para construir três UPAs, como aquela do Valentina, que custou pouco mais de R$ 3 milhões”, disse Cida, após ouvir queixas de moradores de Cruz das Armas sobre a precarização dos serviços prestados em João Pessoa pela gestão do atual prefeito. Ela lembrou, ainda, que a denúncia feita Controladoria Geral da União está sendo investigada pelo Ministério Público Federal (MPF).

Cida também ouviu críticas quanto a má qualidade nos serviços de limpeza urbana e transporte público. Lembrou que, quando o PSB esteve à frente da Prefeitura de João Pessoa, o bairro de Cruz das Armas foi um dos mais beneficiados pelo poder público municipal. “Quem mora aqui sabe o que foi feito pelo bairro quando o companheiro Ricardo Coutinho assumiu a prefeitura”, enfatizou.

A candidata da coligação Trabalho de Verdade destacou que foi durante a gestão do PSB que o bairro de Cruz das Armas foi contemplado com a construção de 421 unidades habitacionais em substituição a moradias de taipa e a completa recuperação do Estádio da Graça. “Foi feita também a recuperação do Crei Adalgisa Vieira, a revitalização da Praça Bela Vista, a instalação do Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS) e a construção da quadra esportiva da Escola Municipal Arnaldo de Barros”, disse Cida em entrevista após a reunião. “Sem falar na duplicação da Cruz das Armas, que Ricardo está concluindo agora como governador”.

Assessoria