O governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a criticar na manhã desta segunda-feira (15), a união dos senadores José Maranhão (PMDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB) em João Pessoa para, segundo o governador, derrotá-lo.

Ricardo disse que o que estar em jogo uma reaproximação de lideranças e partidos que pouco contribuíram para o desenvolvimento de João Pessoa e que  não atendem às mudanças exigidas pela população.

Segundo o governador, tanto Cássio quanto Maranhão estão em declínio político e a aliança revela desespero dessas duas lideranças. Para RC, o acordo entre PMDB e PSDB visa apenas os interesses particulares dos caciques políticos.

É uma demonstração de desespero. Eles estão demonstrando claramente que aqueles que mandavam na Paraíba, que se achavam donos do povo, que antes das eleições já tinham resultados prontos, demonstram que o tempo deles passou e estão se juntando sem nenhum compromisso programático e sem ter a frente desse conjunto alguém com personalidade política suficiente. É o último suspiro deles. Aliança se faz com os diferentes, mas se preserva se tiver um programa, quando não tem, fica uma aliança para derrotar alguém, uma aliança do ódio, daqueles que se juntam levando em conta interesses de grupos que estão em declínio no estado”, disse.