O governador Ricardo Coutinho (PSB) reafirmou nesta sexta-feira (12), que vai enviar à Assembleia Legislativa da Paraíba, o projeto de lei que determina que os bancos recolham o dinheiro nos caixas eletrônicos de todo estado, às 19h e depositem às 7h do dia seguinte.

Para o governador, essa seria uma estratégia para diminuir as explosões de bancos na Paraíba. Ricardo voltou a cobrar que os bancos invistam em segurança privada e disse que vai exigir o cumprimento da lei que obriga os bancos a investirem em tecnologia para destruição do dinheiro, fruto da explosão.

“Os bancos precisam alugar carros-fortes para recolher o dinheiro no período em que ocorre 99% das explosões, porque durante o dia, onde há movimentação, engarrafamento e em plena luz do dia ninguém vai explodir banco. Isso é óbvio. Eu sei que vão dizer que o governador está dizendo coisa mirabolante. Não é nada mirabolante não. Algumas cidades já adotaram isso e reduziu dastricamente o número de explosões”; argumentou.

O socialista concluiu dizendo que os bancos não se importam com explosões porque o dinheiro é “segurado” e não há prejuízo para o sistema bancário. Porém, geram pânico na sociedade e o Governo do Estado não vai se omitir em cobrar responsabilidade de quem tem obrigação de investir na segurança privada.

Especulações

O governador negou especulações de que se afastaria do cargo para se dedicar à campanha de Cida Ramos à Prefeitura de João Pessoa.

“Isso é uma fantasia de campanha. É notícia plantada pelos adversários. Eu estou trabalhando e vou continuar. Aliás, trabalhamos sem misturar as coisas, inclusive, sem uso da máquina”, ressaltou.