Após 16 anos em campos opostos, o prefeito de Bayeux, Expedito Pereira (PSB) e o ex-deputado estadual, Domiciano Cabral (DEM) voltaram a se aliar numa disputa eleitoral na cidade. Só que a união durou apenas quatro meses.

É que segundo informações reveladas ao blog do Anderson Soares, neste sábado (6), Expedito teria descumprido o acordo no qual Domiciano indicaria o vice do PSB. O socialista escolheu o vereador Júnior do Ki-preço (PSD) para vaga.

Segundo informações, Cabral já teria procurado o candidato a prefeito do município, Léo Micena (PMB) e revelou o descontentamento. No entanto, ainda não anunciou o rompimento nem o candidato que deve apoiar.

” A tendência é que a família Cabral anuncie apoio a Léo Micena, já que votou neles em 2012 e que há um histórico de desavenças com Berg Lima. Mas o anúncio do rompimento e do apoio deve ser feito nos próximos dias”, revelou a fonte.