O secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira, cobrou provas ao deputado estadual Tiao Gomes (PSL), sobre insinuaçõesde sobre negociação para desapropriação do terreno do aeroclube para construção de prédios no local.

Segundo Josival, não há fundamento nas acusações porque o aeroclube não pode ser vendido. A desapropriação é alvo de uma ação na Justiça Federal, portanto, não pode ser negociado. Ele disse que as declarações de Tião são irresponsáveis.

 “Não tem a menor possibilidade de se fazer esse negócio, não tem nem como  ser concretizado. É uma loucura. O terreno está desapropriado pela prefeitura e tem uma ação na Justiça Federal. O aeroclube não poderia vender, porque o caso está na justiça”, disse.