O jardim girassol está em silêncio após o rompimento anunciado neste sábado (30) pelo presidente estadual do PMDB, senador José Maranhão, durante convenção do partido.

Segundo fontes palacianas, o governador Ricardo Coutinho (PSB) cancelou a participação em algumas convenções e manteve reunião com auxiliares próximos para adotar medidas após a decisão do partido.

O Diário Oficial do Estado deve publicar nesta terça-feira (2), a exoneração de mais de trinta cargos que o PMDB tem no Governo do Estado.

Maranhão justificou o rompimento, alegando que Ricardo Coutinho não tinha sintonia, gratidão e escorraçou a legenda que deu a ele a vitória em 2014.