O senador Raimundo Lira revelou ao programa 60 minutos da Rádio Arapun FM, na noite desta sexta-feira (22), que a decisão sobre o apoio do PMDB em João Pessoa, é uma prerrogativa exclusiva da Executiva Municipal do partido.

“A decisão do ponto de vista partidário é do Diretório Municipal, presidido pelo deputado Manoel Júnior. Logicamente, se essa posição for mudada, na reunião da Executiva Estadual, será por entendimento. O PMDB é um partido democrático. Sou contra o uso da força em função da hierarquia partidária”, avaliou o senador.

Lira defende o apoio do PMDB em João Pessoa em troca do fortalecimento da aliança em Campina Grande, Patos e Guarabira. Para o senador, as pretensões da legenda em nível estadual deve prevaler sobre interesses particulares.

“A minha tese é no sentido do PMDB é indicar o vice do PSB em JP e, em contrapartida, o PSB dar essa respota positiva indicando o candidato a vice de Veneziano, de Fátima Paulio e de Nabor Wanderlei. Nós estariamos fortalecendo essa coligacão. Ficaria uma coligação consistente para futuros embates”, afirmou.